Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

A estranha ponte aérea da família Murad

Andrea em São João dos Patos: desembarca de helicóptero locado pela SES para transporte de doentes.
Andrea em São João dos Patos: desembarca de helicóptero fretado pela SES para transporte de doentes.

Dados obtidos pelo Blog Marrapá mostram que a família Murad praticamente criou uma ponte aérea entre São Luís e Coroatá na véspera das eleições do ano passado.

Coroatá é comandada pela prefeita Tereza Murad (PMDB), esposa do ex-secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad (PMDB). A cidade é o principal reduto político da deputada estadual Andrea Murad (PMDB), filha do casal.

Entre os meses de julho e outubro de 2014, período oficial da campanha eleitoral, as aeronaves da PMR Táxi Aéreo, contratadas em regime de exclusividade para o transporte de materiais e deslocamento de pacientes entre as unidades da rede hospitalar do estado, realizou voos quase que diários para Coroatá, Miranda do Norte, Peritoró e São João dos Patos. A votação obtida por Andrea Murad nesses municípios é expressiva.

IMG_0049
Bate e volta: voos quase que diários para os municípios em que a família Murad obteve expressiva votação

No mapa de voos da empresa de táxi aéreo também há registros de embarques e desembarques na cidade de Santa Inês, onde o então desconhecido Sousa Neto (PTN), genro de Ricardo Murad e cunhado de Andrea, obteve 1/3 dos votos para deputado estadual.

Na quinta-feira, os deputados estaduais Marco Aurélio (PCdoB) e Rogério Cafeteira (PSC) questionaram, da tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão, a estranha relação entre a agenda de campanha dos Murad e os voos da PMR.

Os parlamentares denunciaram que o helicóptero de prefixo PT-HZP, uma das aeronaves contratadas em regime de exclusividade pela SES, chegou a fazer um pouso forçado no dia 18 de setembro de 2014, na região de São João dos Patos, quando transportava Ricardo e Andrea Murad.

A deputada esquivou-se da acusação, negando que estivesse no helicóptero no momento do incidente. Logo em seguida, foi desmentida por um antigo aliado, o deputado estadual Fábio Braga (PTdoB), que confirmou que a filha de Ricardo costumava utilizar a aeronave para se deslocar pelo interior em busca de votos.

10 Comnetários

  1. Como seria a ilustríssima deputada indagando um fato desses? Creio que mais ou menos assim: “Presidente Humberto, com todo respeito que tenho por Vossa Excelência, o senhor tem o dever institucional de instalar uma comissão para apurar o porquê desses vôos tão recorrentes à essa cidade de Coroatá. O Governador fez promessas de mudanças em sua gestão. Como que esse contrato absurdamente oneroso, e pasmem nobres colegas deputados aqui presentes, são milhões de reais gastos em prol de interesses de aliados. Mais parece que o contrato era para servir à uma só família. É uma falta de respeito e decoro com o dinheiro do povo do Maranhão.!”

  2. O mandato dessa Murad é ilegitimo e criminoso. Produto do uso desavergonhado e bandido do dinheiro público. O q espanta também, nesse caso, é o fato de um pai ter a coragem de jogar o sua própria filha na iniciação e fogueira do crime. Essa moça, se tivesse algum princípio, nunca mais mostrava a cara na Assembleia. Ou a cara é de madeira, e não de cavalo, como dizem?

  3. Como vocês ver, o mafioso Ricardo Murad, não tinha controle, era dono absoluto de si mesmo, fazia o que bem queria no governo da cunhada Roseana, A depravada!, Ricardo Murad, mandava no governo de Roseana, ninguém tem dúvida disso. Mas porque Ricardo fazia tudo que queria?, até parece que Roseana tinha algo secreto que Ricardo sabe e Roseana o temia, muito mais que seu marido Jorge, irmão de Ricardo, que mistério é esse que, depois de Roseana, Ricardo reinava absoluto no governo. Essa pergunta não quer calar, olha que Roseana odeia Ricardo, mas ódio de matar, mas mesmo assim Ricardo pintava e bordava no governo esculhambado de megera Roseana. meus amigo, os crime cometido por Ricardo Murad tem que ser punido, inadmissível que a impunidade é tão explicíta no Maranhão e a sociedade de mãos atada fica apalermada, e não tem uma alma, uma autoridade sequer que faça um gesto de indignação e manda prender esse malfeitor, que macumba é essa, que um marginal como Ricardo Murad, vive esbanjando arrogância, desafiando Deus e o mundo e não acontece nada com essa cara! Num sei não, mas Ricardo tem o diabo preso numa garrafa!, só pode!. vixe maria cruz credo!!!

  4. É MEUS CARAS! INFELIZMENTE ISSO É O MARANHÃO. AGORA ESTÁ NA HORA DA MÚMIA, QUE QUER POUSAR DE ESTADISTA, MAS FOI APOIADOR DE PRIMEIRA HORA DA DITADURA, ENCOMENDAR UM EDITORIAL PARA ALGUM DE SEUS PENAS DE ALUGUEL, PARA JUSTIFICAR ESSES DESMANDOS, POIS, A DEPUTADA CARA DE CAVALO NÃO TEM ARGUMENTO OU DIALÉTICA PARA ISSO. MAS, NÃO IRÁ FAZER ISSO, PELO UMA SIMPLES RAZÃO: NÃO VÃO PRODUZIR PROVA CONTRA SI. BASTA AS ASNEIRAS DITAS PELA DEPUTADA CARA DE CAVALO, QUE SEUS PÉSSIMOS PRONUNCIAMENTO, PARA MEU VER, É CONFISSÃO DE CRIME PRATICADO PELA QUADRILHA, A QUAL ELA FAZ PARTE.

  5. Gente lembram das últimas campanhas eleitorais para governo do estado, aquele episódio do video falso que montaram com um preso de pedrinhas tentando incriminar Flávio Dino, pois bem se houvesse uma investigação bem profunda vocês iriam ver quem realmente estaria por trás daquele triste episódio, aquele e outras mutretas que foram feitas com o intuito de fazer qualquer coisa pelo poder. Acho que nem é preciso falar o nome, na campanha para prefeito de Coroata de 2012, esse cidadão desafiou todas as leis eleitorais, passou por cima de Juizes, Promotores, Desembargadores e colocou sua incompetente esposa na prefeitura a força, vamos ver que cara a justiça do Maranhão tem hoje.

  6. Vamos denunciar.
    É o nosso dever e direito.
    Agora quero perguntar ao responsável pelo blog do senhor Leandro Sousa Miranda comenta sobre a atual situação de São luís!? A cidade está abandonada. buraqueira e outros problemas lastimável q ñ se ver em outra capital do país.
    Digo isso e com vergonha, pois sou maranhense e já morei em Manaus ,, no Rio d Janeiro e em Maraba e nunca vi tanto abandono assim.
    Antes era culpa do Castelo, depois veio a atual administração q culpava a falta de apoio do estado.
    Agora qual a desculpa já q o governador apoia a prefeitura de SL?

  7. DESCULPA POR NÃO TER PROCURAÇÃO DO TITULAR DO BLOG, SE QUER O CONHEÇO PESSOALMENTE. MAS O QUESTIONAMENTO DO PARTICIPANTE É UMA CERTA FORMA UM MISTO DE INGENUIDADE, COM MALDADE, E POR FIM, UMA ENALTAÇÃO PESSOAL POR TER HABITADO OUTROS LUGARES. TALVEZ EM RAZÃO DESTA ÚLTIMA, NÃO CONHECE A REALIDADE DE SÃO LUÍS, COM ISSO SURGE O MISTO DE INGENUIDADE COM MALDADE. TALVEZ POR TER MORADO MUITO TEMPO FORA, O NOBRE NÃO SABE QUE POR MUITO TEMPO, E PRINCIPALMENTE SOB O MANDO E O DESMANDO DO SARNEY, EM SÃO LUÍS, A PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA É PRECÁRIA DESDE ENTÃO, POIS, OS GESTORES/INTERVENTORES POSTOS PELO SARNEY, COLOCAVAM ASFALTO EM CIMA DE SOLO SEM QUALQUER PREPARO DE SOLO. POR EXEMPLO, NO CONJUNTO DO COHATRAC, O GESTOR/INTERVENTOR, MAURO FECURE COLOCOU ASFALTO EM UM LADO SÓ DAS RUA, E SEM QUALQUER PREPARO. E NÃO FOI SÓ ELE.
    ENTÃO MEU CARA, PARA RESOLVER ESSE PROBLEMA CRÔNICO, DEMANDA MUITO DINHEIRO, POIS, TEM QUE SER REMOVIDO QUASE TODA COBERTURA ASFÁLTICA E FAZER COMPACTAÇÃO COM RESPONSABILIDADE.
    AGORA, PARA TEU COMANDO, EU TAMBÉM CONHEÇO AS CIDADES POR VOCÊ CITADAS, E DIGO: NÃO SÃO ESSAS COISA. EM MANUS, VOCÊ SAIU DAS AVENIDAS PRINCIPAIS, CAI NA MESMA BURAQUEIRA OU EM UMA PALAFITA, E COM PÉSSIMO CALÇAMENTO; NO RIO DE JANEIRO IDEM, E MAIS, TEM UM INCONVENIENTE HÁ MAIS, A TOPOGRAFIA. COMO UMA AGRAVANTE: FOI SEDE DO IMPÉRIO E DA REPÚBLICA POR MUITOS ANOS. É O QUE É. EM MARABÁ/PA, NÃO É DIFERENTE DA CAPITAL, BELÉM, INFRAESTRUTURA PÉSSIMA, EXCETO COMO MANAUS, NAS AVENIDAS PRINCIPAIS QUE TEM PARTE COM REVESTIMENTO COM CONCRETO ASFÁLTICO.
    POR FIM, SALVO MELHOR JUÍZO, O NOBRE SOBRE DA SÍNDROME DA AUTO DESVALORIZAÇÃO DO LUGAR QUE DIZ GOSTAR.
    FAÇA UM EXAME NA HISTÓRIA DE SÃO LUÍS E PRODUZA UM ENTENDIMENTO CRITICO MAIS FUNDAMENTADO E CONSISTENTE.

    1. Paulao, os ultimos prefeitos de Sao Luis, Jakson Lago, Tadeu Palacio e Joao Castelo, nenhum deles era do grupo sarney, esse teu discurso é ultrapassado e recheado de inverdades, ademais quando tu falas que precisa ser retirada toda a camada alfaltica mal feita até acho prudente, mas está sendo retirado e está sendo feito um serviço de qualidade? Ou o fato de o prefeito apenas jogar a culpa nos sarneys e nada fazer pela cidade é suficiente? Se isso é o suficiente para você para mim nao é, votei no Edivaldo Holando na esperança de que ele pudesse trabalhar para melhorar a vida das pessoas que moram nesta cidade e nao apenas para falar mal do Sarney, se ele só sabe fazer isso na proxima eleiçao ele recebeŕá o que merece.

  8. É LUDOVICENSE, TALVEZ EU TENHA ME EQUIVOCADO, MAS A MEU VER, PERMANEÇO ENTENDENDO QUE NÃO. TUDO BEM!
    VAMOS A OUTROS ELEMENTOS INTEGRANTES DA POLÍTICA LOCAL, SÃO LUÍS, QUE TALVEZ AINDA NÃO É DO SEU CONHECIMENTO, MAS, A PARTIR DE AGORA PASSARÁ A SER.
    FIZESTES APENAS E TÃO-SOMENTE A TRÊS EX-PREFEITOS QUE ANTECEDERAM O ATUAL PREFEITO. VOU OUSAR E LHE APRESENTA UM POUCO MAIS, ONDE APENAS O PREFEITO EPTÁCIO AFONSO CAFETEIRA QUE À ÉPOCA NÃO FAIA PARTE DA COMANDITA DO SARNEY, QUE NA REALIDADE NÃO SE INICIOU COM A ELEIÇÃO EM 1966, MUITO ANTES, POIS, O SEU PAI, O SARNEY DE ARAÚJO COSTA, QUE JÁ FAZIA ESSAS TRAQUINAGENS QUE JOSÉ SARNEY IMPLEMENTOU E INOVOU NA FORMA DE MENTIR E SE APROPRIAR DA COISA PÚBLICA.
    PARA QUE O COMENTÁRIO NÃO FIQUE MUITO LONGO, VOU RELACIONAR OS NOMES E O PERÍODO DE CADA PREFEITO ANTERIOR A PREFEITA GARDÊNIA RIBEIRO GONÇALVES E TER COMO PONTO INICIAL, PARA O CASO, O PREFEITO ALEXANDRE ALVES COSTA. POR ACASO SABES QUE É. POIS É! ESSE FOI OUTRO BANDIDO QUE MORREU NA CONDIÇÃO DE SUPLENTE DE SENADOR, PORQUE NUNCA TINHA VOTO PARA SE ELEGER. O HISTÓRICO DELE, A MEU VER, FOI TAL QUAIS OS MANDATOS DOS ESCROQUES DO GRUPO DA HOJE MÚMIA MAFIOSA. ELE, O ALEXANDRE, UM CAXIENSE, MAS NÃO NOBRE O GONÇALVES DIAS, FOI UM MOLEQUE DE RECADOS DO SARNEY. EM TROCA, GANHOU DE PRESENTE UMA CHAMADA DE JOTAJUNE QUE IMPLANTAVA POSTES PELO INTERIOR DO MARANHÃO PARA A CEMAR, EMPRESA ESTADUAL. A EMPRESA IMPLANTAVA DEZ POSTES COBRAVA TRINTA E POR IAM AS COISA. POR FIM, VEJA A RELAÇÃO DOS PREFEITOS QUE COLOCARAM PAVIMENTO EM CIMA DA LAMA E QUE GEROU ESSE CAOS. ENTÃO: PARA CORRIGIR, NO MÍNIMO FAZ-SE NECESSÁRIO UM BEM PERÍODO, POIS, COMO SABES, RECURSOS FINANCEIROS SÃO POUCOS.
    VEJA OS NOMES:
    – Alexandre Alves Costa
    Prefeito em 1951
    – Edson da Costa Brandão
    Prefeito de Março a Setembro de 1951
    – Wilson Rabelo
    Prefeito em Exercício por diversas vezes no Governo de Edson da Costa Brandão
    – José Ramalho Burnett da Silva
    Prefeito Interino de Setembro de 1951 a Janeiro de 1952; 1956 a 1957
    – Otávio Vieira Passos
    Prefeito de Janeiro de 1952 a Outubro de 1953
    – José Erasmo Dias
    Prefeito em Exercício por diversas vezes no Governo de Otávio Vieira Passos
    – Eduardo Viana Pereira
    Prefeito de Outubro de 1953 a Junho de 1954
    – Orfila Cardoso Nunes
    Prefeito em Exercício nos Governos
    Eduardo Viana Pereira de 1953 a 1954;
    Emiliano dos Reis Macieira de 1958, 1959;
    Ivar Figueiredo Saldanha de Fevereiro a Março de 1956;
    – Carlos de Souza Vasconcelos
    Prefeito de Agosto de 1954 a 1955
    – José de Ribamar Waquim
    Prefeito de Agosto de 1955 a Janeiro de 1956
    – Ivar Figueiredo Saldanha
    Prefeito de Fevereiro a Março de 1956
    Junho de 1959 a Outubro de 1962
    Março de 1977 a Agosto de 1978
    – Emiliano dos Reis Macieira
    Prefeito de Janeiro de 1958 a Maio de 1959
    – Ruy Ribeiro Mesquita
    Prefeito de Julho de 1962 a Abril de 1963
    – Djard Ramos Martins
    Prefeito de Julho a Outubro de 1965
    – Epitácio Afonso Pereira Cafeteira
    Prefeito de Janeiro de 1966 a Outubro de 1969
    – Vicente Cavalcante Fialho
    Prefeito de Outubro de 1969 a Maio de 1970
    – José Ateniense Libério
    Prefeito de Maio de 1970 a Março de 1971
    – Haroldo Olympio Lisboa Tavares
    Prefeito de Março de 1971 a março de 1975
    – Adolfo Alexandre von Rondow
    Prefeito Interino de durante 30 dias ma Gestão de Haroldo Tavares
    – Edmilson dos Reis Duarte
    Prefeito Interino em 1975
    – Antônio Rodrigues Bayma Junior
    Prefeito período de 1975 a 1977
    – Evandro Bessa de Lima
    Prefeito Interino de Fevereiro a Março de 1977
    – Lia Rocha Varella
    Prefeita em Exercício no Período de Agosto a Setembro de 1978
    Prefeita Interina em Março de 1979
    – Lereno Nunes
    Prefeito de Setembro de 1978 a Março de 1979
    – Mauro de Alencar Fecury
    Prefeito de Março de 1979 a Março de 1980
    – Roberto de Pádua Macieira
    Prefeito de Março de 1980 a Março de 1983
    – Manoel Nunes Ribeiro Filho
    Prefeito em Março de 1983

  9. Fato verídico, certa vez conversando com um dos pilotos, soube que o Murad solicitou ao piloto que retornasse a Sao Luis para apanhar uma caixa de vinhos e queijo que havia esquecido. Quem pagou a conta fui eu que vou Mateus e deixo 17% de ICMS para o Governo.

Comments are closed.