Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Ex-adjunto Murad estaria por trás da sabotagem ao edital da Saúde?!

Procuradora Flávia Gonzalez é filha de Márcio Leite, ex-adjunto de Ricardo Murad na Secretaria da Saúde.
Bolachinha: Procuradora Flávia Gonzalez é filha de Márcio Leite, ex-adjunto de Ricardo Murad na Secretaria da Saúde.

Contratos milionários da Secretaria Estadual de Saúde (SES), na gestão de Ricardo Murad, eram assinados pelo filho do médico José Márcio Leite, secretário adjunto da Pasta.

Márcio Gonzalez Leite foi nomeado pela governadora Roseana Sarney em 26 de maio de 2011, quando seu pai já era secretário adjunto da SES, nomeado desde fevereiro de 2011, um nítido caso de nepotismo.

Marcio Gonzalez Leite é irmão da procuradora Flávia Gonzalez Leite. Ela é do Ministério Público de Contas do Estado (MPC), que entrou com uma representação contra a licitação aberta pelo Governo do Estado para a contratação das empresas que vão gerir unidades de saúde do Maranhão.

Nepotismo: Filho de Márcio Leite era assessor jurídico da SES.
Nepotismo: Filho de Márcio Leite era assessor jurídico da SES.

Resta saber da procuradora Flávia Gonzalez Leite a razão de ter mantido os olhos vendados para o fato de o pai e o irmão não terem realizado concurso na SES, quando estavam no comando da Saúde ao lado do cunhado da governadora.

Essas são as relações familiares envolvendo os negócios dentro e fora do governo que ajudam a entender alguns dos acontecimentos dos últimos dias.

O governador Flávio Dino chegou se manifestar classificando como ‘máfia’ aqueles que atuam nos porões da política e do judiciário maranhense para atrapalhar a realização do concurso de projetos que visa garantir a contratação transparente de serviços na área de saúde.

Espeto de pau:
Espeto de pau: Flávia ignorou aditivos milionários a contratos irregulares de Oscips assinados pelo irmão durante a gestão Murad.

As medidas anunciadas pelo governador contrariam principalmente o ex-gestor da Saúde, o condenado Ricardo Murad, que utiliza a filha deputada para vociferar na Assembleia contra o edital de licitação para escolha das Oscips que atuarão na rede pública estadual.

9 Comnetários

  1. Esse pessoal não se enxerga, descarados, o que está faltando para prender os dois, o de camisa verde é o chefão mafioso, o cara de bolacha, é subalterno preso também.
    Como não diz nada, nem sobre tortura, confisca tudo que roubaram do cofres publico e deixam somente com a roupa do corpo. é a unica forma de castigar os larápios do erário do Povo Maranhense. É uma forma de punir-lo duas vezes, deixando pobre e preso.

  2. Essa moça deveria ter vergonha e no mínimo ter se declarado impedida para tomar qualquer atitude. Até então a via como pessoa séria, mas depois dessa caiu no meu conceito. É até de se questionar se passou no concurso ou se passaram ela. Com certeza deram a prova para ela. Mas o que se esperar do TCE? Vergonha.

  3. Flávia é uma pessoa séria e sempre agiu com impessoalidade, quem a conhece sabe de sua inteligência e competência, passou em vários concursos públicos por seu próprio esforço, digna de um currículo impecável e agora, lamentavelmente, está sendo vítima destas ofensas injustas e gratuitas à sua honra, apenas porque agiu corretamente, no exercício da sua função. Para quem não sabe, faz parte do dia dia do Ministério Público de Contas representar contra qualquer tipo de irregularidade que chegue ao seu conhecimento. Esta não foi a primeira vez nem última vez que a mesma, juntamente com os outros Procuradores, também competentes, representaram contra um edital de licitação. O que me entristece é observar que ao invés do Governo, CCL, seja quem for, esclarecer as ocorrências constatadas no edital, corroboradas, inclusive, pelo setor técnico do Tribunal, nem que fosse para comprovar o contrário, ficam é criando estes factoides, preferindo ofender uma pessoa,como Flávia e sua família, que não merecem. Muito triste mesmo testemunhar esta falta de maturidade. Planto aqui meu repúdio a toda esta reação agressiva e desnecessária e minha solidariedade a você Flávia e toda sua família, dignos de toda admiração.

    1. Com impessoalidade não agiu, senão se daria por impedida. O que é de causar estranheza é o fato de ter tantos procuradores e o caso cair justamente na mao dela. Faça-me o favor.

  4. As mascaras estão caindo e finalmente passamos a conhecer os rostos dos mafiosos, saqueadores dos cofres públicos, q agiam nos esgotos, inclusive do Judiciário.

  5. Por essa bonitona, até eu meto a mão no fogo. Não é por suas qualidades que não se cometa erros. A lindeza pode está sendo induzida ao erro, é comum a luta para ser honesta mas o meio onde se vive, é obrigada a cometer ato de infração, por achar que não vai se prejudicar. Filha logo de quem, Dr Bolachinha, braço direito do chefão mafioso Ricardo Murad, pode-se esperar algum ato lícito, difícil responder, sobre forte pressão as pessoas cometem erros difícil de reparação e essa moça, coitada, vai negar um pedido da máfia? nem doido comete esse erro. logo seu paipai fazendo parte do esquema, não tem por onde escapar, é uma situação triste mas é real. Para tudo tem defesa, viu seus adevogados!!!

  6. O BATATINHA,COMO E CONHECIDO O ZE MARCIO LEITE, ALUGOU PARA A SECRETARIA DE SAUDE DO ESTADO UM PREDIO DA SUA FAMILIA, QUE ANTES ERA RESIDENCIAL. TAVA FECHADO. FICA NO CENTRO, PERTO DA DEODORO.UM VERDADEIRO ABSURDO.CASO DE POLICIA. MAS PARA O RICARDO MURAD ISSO E NORMAL.

  7. E pensam que a farra da família termina por aí?
    A sobrinha MÁRCIA LEITE também Assessora Jurídica/SES na área de licitações e convênios.
    Estes são os mais óbvios, mas ainda haviam muitos outros.
    Não sei se as acusações procedem em relação à Sra. Flávia Leite, no entanto, que o nepotismo bailava em setores estratégicos da SES, isso é fato.

Comments are closed.