Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Escândalo da Mala Preta – Doleiro dá novo depoimento e revela detalhes de negociatas com grupo Sarney / Lobão

roseana-sarney-mentiraO depoimento do doleiro Alberto Yousseff está assombrando o Palácio dos Leões e casas de aliados. O inquérito que aponta a ligação do Governo Roseana Sarney, seus aliados ao esquema de corrupção e propina envolvendo o doleiro preso pela Polícia Federal já está de posse do Superior Tribunal de Justiça.

Desde que a contadora Meire Poza prestou depoimento e contou detalhes da negociata de propina que beneficiou o alto escalão do Governo Roseana com R$ 6 milhões e o doleiro com R$ 12 milhões, nada anda bem para as famílias Sarney, Murad e Lobão.

Em Brasília, já circulam as informações de que o doleiro Alberto Yousseff revelou os detalhes da negociação com o grupo Sarney, Murad e Lobão para receber a quantia milionária. As tratativas entre o doleiro e os representantes do Governo Roseana duraram seis meses, segundo relatório da Polícia Federal apresentado pela imprensa nacional.

Alberto Yousseff foi preso em São Luís no início de 2014, no Hotel Luzeiros, acusado pelo crime de lavagem de dinheiro. O caso envolve ainda gente grande da Petrobras, como o ex-diretor da empresa – Paulo Roberto Costa – que veio ao Maranhão homologar o último estelionato eleitoral da família Sarney.

Nos últimos dias, a imprensa nacional noticiou que Alberto Yousseff também optaria pela delação premiada e revelaria mais detalhes sobre o escândalo que está assustando o Governo Roseana. O pagamento do precatório da Constran – dívida reconhecida no Governo de Edison Lobão, em 1993.

Informações da capital detalham ainda que a Polícia Federal busca a peça-chave da história: o assessor especial do Governo Roseana, Nilton Durans. Foi ele o responsável por buscar a mala preta deixada por Yousseff na recepção no dia de sua prisão.

A trama, pelo visto, vai envolver muito mais “peixe grande” do grupo Sarney. É esperar pra ver!

Comments are closed.