Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Análise: Os destaques de cada candidato nos dois debates para Governador

Na mesma semana em que teve início o horário eleitoral no rádio e na televisão, foram também realizados os dois primeiros debates. Este blog acompanhou ambos e depois de algum tempo, traz uma análise crítica a respeito dos principais pontos de cada um deles.

debate tv guaraO primeiro ponto a ser levado em consideração é o destempero do candidato Edinho Lobão. Que saiu esbravejando da TV Guará após seu pedido de direito de resposta não ter sido aceito. Edinho foi responsável por um tremendo papelão nos estúdios da Guará. Pior ainda foi ter ignorado o debate realizado pela Igreja Católica. Mostrando além de falta de respeito com a instituição, que não é muito afeito ao “povo”. Só fala pela TV, pois não enfrenta o tete-a-tete.

Mas a ausência de Edinho teve um ponto positivo. Diferente do festival de agressões promovido na TV Guará, o debate na sede da OAB promovida por entidades católicas foi marcado pela apresentação de propostas de 4 candidatos. Flávio Dino, Antonio Pedrosa, Saulo Arcangeli e Josivaldo Correa.

Os quatro candidatos levaram suas ideias e houve muitos momentos de clara diferença entre as propostas dos esquerdistas, que fizeram críticas entre si. Mas o tom jocoso imposto pelo candidato do PMDB, que vem promovendo um festival de baixarias na campanha, ficou de fora. Ponto pra Igreja Católica!

Já Flávio Dino, mesmo diante dos ataques de Edinho, mostrou-se por cima da situação. A sua primeira pergunta direcionada a Edinho Lobão foi programática. Queria saber de Edinho o que ele acha do baixo desempenho do Maranhão no IDH e no Ranking de Gestão Pública, ambos atestados internacionalmente. Edinho não soube responder e disse que não é “Um candidato enciclopédico”.

Totalmente diferente do candidato do PMDB, Flávio mostrou que está preparado para ser governador, aproveitou também para falar sobre o Programa de Governo e já deixou as principais marcas do que pretende fazer caso se eleja. Disse que os seus secretários terão que conhecer o Estado, e não ficar encastelados em gabinetes. Uma crítica direta ao modo Sarney de governar.

Antonio Pedrosa teve um bom desempenho, mas longe de ser o destaque que os blogs do grupo Sarney têm dado a ele. Numa posição confortável de quem só atira pedras, aproveitou que não foi atacado por Edinho ou pelos demais candidatos para também falar de propostas. Mas por ter um linguajar muito distante do povo, acabou tendo menos destaque.

Outro ponto forte foi a denúncia de “estelionato eleitoral da Refinaria de Lobão” feita por Saulo Arcangeli. A promessa vem de Roseana e Edinho quer herdar, porém o ultra-esquerdista foi direto ao ponto e incomodou Edinho Lobão. Candidato do PCB, Josivaldo Correa se destacou pela dificuldade em apresentar propostas. Teve um desempenho muito distante dos demais ultra-esquerdistas.

O papelão ficou para Zé Luís Lago, o candidato laranja de Edinho Lobão que vem desonrando a memória de Jackson Lago. Serviu apenas para escadinha para Edinho Lobão fazer mea-culpa e atacar Flávio Dino.

Esse é o resumo do que vem sendo os debates. O resto é história pra boi dormir.

Comments are closed.