Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

‘A TV Mirante funciona como uma extensão da Justiça Eleitoral’, diz diretor

reuniao_mirante

Portal 8

Pegou mal a declaração de um dos diretores do Sistema Mirante após reunião no auditório da emissora de televisão com representantes de partidos políticos, coligações e representantes do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), nesta quinta-feira (14), onde ficou acordado que a TV Mirante será a responsável pela geração da propaganda eleitoral obrigatória, a ser veiculada a partir da próxima terça-feira (19) em todo o país.

A exibição será feitas em dois blocos distintos e diários. Um no horário da tarde, às 13h, e outro às 20h30 h, como em outras eleições. Em declaração dada à regional do G1 no Maranhão, controlada pelo Sistema Mirante, Rômulo disse que “A TV Mirante funciona como uma extensão da Justiça Eleitoral e foi escolhida com unanimidade pelos partidos políticos como emissora geradora da propaganda. Então, uma reunião como essa serve para banir todas as dúvidas e tornar o pleito em torno da propaganda eleitoral menos judicializada”. A reunião não contou com representantes de outras emissoras.

O canal, afiliado à Rede Globo, pertence ao sistema controlado pela família do senador José Sarney (PMDB-AP), que, nesta eleição, aposta suas últimas fichas em Edison Lobão Filho (PMDB-MA) para manter uma hegemonia que perdura há 5 décadas. Curiosamente, a família Lobão detém o controle de outro conglomerado de comunicação: o Sistema Difusora, cuja emissora – a TV Difusora – é afiliada ao SBT.