Publicidade  Prefeitura de São Luis

João Alberto pode presidir CPI da Petrobras para proteger Lobão

lobao e joao alberto

RAIMUNDO GARRONE / JP

O senador João Alberto (PMDB-MA) é o favorito para presidir a CPI da Petrobras, segundo a coluna Painel publicada na Folha de São Paulo deste sábado.

João Alberto, de acordo com o jornal paulista, se encaixa na vaga por ter o perfil “truculento”, e não teria receio, por exemplo, de cortar o microfone se achar que a oposição foi longe demais.

Ele é considerado em Brasília um dos mais fiéis escudeiros do senador José Sarney com coragem para cumprir qualquer missão sem se importar com repercussões negativas.

Além de proteger a presidente Dilma Rousseff, o senador ainda vai evitar que a CPI respingue no ministro Edison Lobão, que coloca toda a sua energia para eleger o filho, Edinho, governador do Maranhão.

Há suspeitas levantadas pelos deputados Carlos Brandão (PSDB) e Simplício Araújo (Solidariedade) de superfaturamento nas obras da primeira etapa da refinaria Premium I, em Bacabeira.

Só para a terraplanagem da área de instalação da refinaria foram gastos R$ 789 milhões a mais do que o R$ 711 milhões previstos. O valor gasto até a paralisação dos trabalhos foi de R$ 1,5 bilhão mais do que o dobro do previsto no contrato inicial entre a estatal e o consórcio GSF (Queiroz Galvão, Serveng e Fidens).

Comments are closed.