Publicidade  Prefeitura de São Luis

Disputa do PSDB será pela vaga de vice

GLAUCIONE PEDROZO, O Imparcial

Já descartada a aliança do PSDB com o PMDB, já que o PCdoB está cada vez mais próximo dos tucanos, principalmente por acontecimento dos últimos dias. Flávio Dino (PCdoB) esteve reunido com Aécio Neves (PSDB) e Lobão Filho (PMDB) teve um encontro com o ex-presidente Lula (PT). Toda essa movimentação deixou uma das figuras emblemáticas no maranhão, o ex-prefeito de São Luís, João Castelo, em uma situação delicada dentro do grupo oposicionista.

Apesar d
PSDB quer a vice da chapa de Dino; Roberto Rocha segue como candidato único das oposições para o Senado Federal.

A sua filha, a deputada Gardênia Castelo (PSDB), afirmou que ele tem sido pressionado por suas lideranças para concorrer ao Senado e não mais como deputado federal, como tinha anunciado. “Inclusive o Castelo já disse ao partido que tem recebido telefonemas e visitas do Maranhão inteiro clamando que ele seja candidato ao Senado, ele está pensando sim no Senado”, revelou a deputada. No entanto João Castelo, que foi um dos maiores opositores a Flávio Dino nas últimas campanhas, não deve ter força para conseguir essa articulação, uma vez que Roberto Rocha (PSB) já foi anunciado como nome de consenso no mês passado.

Sobre a questão da aliança com o PCdoB, Gardênia Castelo afirmou que o ex-prefeito não trabalha com hipóteses e que irá esperar que as coisas se concretizem para que Castelo possa se posicionar. A deputada declarou ainda que as condicionantes para concretização de uma aliança são a garantia de palanque para o senador Aécio Neves e a garantia de espaço na chapa majoritária.

O pré-candidato ao senado, aclamado pelos partidos do campo de oposição, Roberto Rocha (PSB), afirma que é certo que o PSDB tem reivindicado espaço na chapa majoritária, mas que até agora mantém a reivindicação sobre o espaço da pré-candidatura a vice.

Roberto Rocha afirmou também que os únicos espaços que se encontram ainda em discussão são a de vice-governador e as duas vagas para disputar suplência. Sobre a vontade de João Castelo em disputar o senado, Roberto Rocha garantiu que essa já é uma discussão superada entre os partidos de oposição. “Não que o PSDB não tenha tamanho para discutir o Senado ou o Governo, mas isto é matéria já vencida nos partidos já aliados”, disse.

Rocha ressaltou que o ex-prefeito Castelo tem envergadura suficiente para disputar qualquer vaga. “O Castelo tem estatura para ser candidato ao Senado e ao Governo, até porque ele já foi senador e governador”, finalizou.

Os próprios representantes do PSDB, participantes da reunião entre Flávio Dino e Aécio Neves confirmaram que a discussão era sobre a vaga de vice-governador. Neto Evangelista inclusive chegou a anunciar que o deputado federal Carlos Brandão, “largava” na frente para receber a indicação.

Dentro da oposição, suspeita-se que o PDT é que estaria incentivando o ex-prefeito João Castelo a voltar a discutir este espaço, uma vez que a vaga de vice-governador prometida aos pedetistas, estaria seriamente arriscada.

Comments are closed.