Publicidade  Prefeitura de São Luis

A foto que falta

oposicao unida ma

Raimundo Garrone

Enquanto o grupo Sarney tenta a todo custo construir a imagem de um candidato forjado no consenso, e trabalha para tentar emplacar Edinho Lobão como o nome do Palácio dos Leões na disputa pelo governo do Estado, a oposição, tendo como liderança o pré-candidato Flávio Dino, bem cotado nas pesquisas caminha para consolidar um palanque fortalecido.

E este temor de que todas as forças de oposição se mobilizem em prol da campanha de Flávio Dino nas eleições de outubro é que traz pesadelos ao grupo Sarney. Nem mesmo alguns integrantes do grupo Sarney acreditam que Edinho Lobão será pré-candidato, e no caso de Luis Fernando há tempos já era previsto que ele também não emplacaria nas pesquisas e terminaria tendo de desistir da pré-candidatura.

É extremamente pesado o fardo de defender a bandeira de um grupo politico que há quase cinco décadas comanda o Estado com os piores indicadores sociais do país, mesmo tendo como maior líder deste grupo um senador que apoiou todos os presidentes, inclusive os do regime militar.

Com a oposição construindo um palanque sólido tendo à frente um nome que lidera as pesquisas de intenção de voto, o maior temor da família Sarney é a foto que está sendo construída para ilustrar a união da oposição.

O grupo mudancista já mostrou capacidade de diálogo com todos os setores da classe política que desejam a mudança de comando no estado, o grupo Sarney adota a tática de espalhar factoides sobre uma pretensa “ desunião” das forças oposicionista, o que na verdade mostra um sinal de desespero em ver que um momento histórico se aproxima no mês de outubro e o sentimento de mudança que toma conta da população maranhense torna-e cada vez mais forte.

Entre a união de quem defende um Maranhão diferente e o desespero de quem apenas tenta salvar o barco e enfrenta forte turbulências motivadas pelo descrédito da população que já não acredita mais em promessas mirabolantes de que o Estado será de primeiro mundo, enquanto falta a água e o saneamento básico por exemplo, será decidida a eleição de outubro. E o grupo Sarney sabe que um forte e coeso palanque de oposição é tudo que não deseja, pois o eleitorado tem se manifestado nas pesquisas de que pretende encerrar o clico de poder que já dura quase cinco décadas.