Publicidade  Prefeitura de São Luis

Candidatura de Edinho Lobão a governo enfrenta resistência de Roseana Sarney

O fracasso do governo Roseana Sarney, com sua impopularidade e incompetência gigantescas, trouxe danos irreversíveis ao grupo que domina o Maranhão há 50 anos. Sem conseguir cumprir nenhum compromisso de campanha, sem a Refinaria de Bacabeira e sem os 72 hospitais, restou a Roseana endividar o estado e assinar papéis “ordens de serviço” nos municípios, com dinheiro do Governo Federal via BNDES.

roseana e lobaoNa política, Roseana apostou que “obras de papel” seriam suficientes para alavancar o insosso Luís Fernando e elegê-lo governador em uma eleição indireta. Após mais uma vez humilhar o PT, com a imposição da ida de Washington para o Tribunal de Contas, sobreveio a crise de Pedrinhas, acompanhada da desastrada compra de lagostas, caviar e champanhes com dinheiro público. E então o governo ficou totalmente paralisado e imerso no caos.

Roseana saiu da vida pública triste e derrotada, com uma declaração em que apareceu sozinha e com cara de choro. Na enxurrada, levou a candidatura de Luís Fernando, que se trancou em sua mansão em Panaquatira e anunciou, no sábado, a sua desistência. O problema é que o grupo Sarney não tem nomes disponíveis para substitui-lo. O senador Sarney fez de tudo para Lobão deixar o ministério para entrar na disputa, mas o experiente Lobão não quis embarcar nessa canoa furada.

Foi assim que se colocou o nome de Edinho Lobão, mas que enfrenta enorme resistência de Roseana e das bases sarneysistas. No Palácio dos Leões, alega-se que Edinho tem muitos problemas para explicar e que não resiste a um mês de embates. Neste momento, segundo o jornalista Diego Emir, a cúpula do PMDB está reunida para definir que rumo tomar.

Roseana sustenta que ruim com Luís Fernando, pior sem ele. Assim começa a semana nos bastidores da oligarquia. E só restam 23 semanas para eles superarem uma desvantagem de mais de 35 pontos nas pesquisas, lideradas com tranquilidade por Flávio Dino.