Publicidade  Prefeitura de São Luis

Raimundo Cutrim ataca a Mirante e volta a defender CPI da agiotagem

Deputado ameaçou
Deputado acusou TV de Roseana de promover linchamento moral contra ele

Blog Jorge Vieira

O ex-secretário de Segurança Pública do Estado, deputado Raimundo Cutrim (PSD), num duro pronunciamento nesta manhã de quinta-feira (25), acusou o Sistema de Mirante de Comunicação, de propriedade da família da governadora Roseana Sarney (PMDB),  de promover uma campanha de linchamento moral contra ele ao tentar associá-lo a crimes de grilagem, agiotagem e de participação no assassinato do jornalista Décio Sá.

O parlamenta, que integra a base aliada ao governo, condenou a matéria exibida pela TV Mirante, acusou a emissora de faltar com a verdade, classificou a reportagem de requentada, mentirosa e caluniosa e perguntou ao plenário: “O que foi que eu fiz de mal para esse povo (grupo Sarney)? O mal que fiz foi a mim mesmo por ter passado 12 anos prendendo bandidos para eles”, disse numa referência ao tempo em que serviu como secretário e desencadeou uma verdadeira cruzada contra o crime organizado no estado.

Cutrim aproveitou sua presença na tribuna para defender a constituição de uma CPI para investigar crimes de agiotagem no Maranhão e mandar um recado direto a quem ele acusa de promover campanha de linchamento moral contra contra sua pessoa (Sistema Mirante).

“Essa cabeça aqui tem muita informação, é bom lembrar que eu passei 12 anos como secretário e sei como ir buscar as coisas (informação), não existe um instrumento melhor para saber, até se aqui no plenário tem algum deputado envolvido com agiotagem, é uma Comissão Parlamentar de Inquérito”, defendeu Cutrim.

O parlamentar lembrou que, antes do assassinato do jornalista Décio Sá, havia pedido uma CPI para investigar a denúncia feita pelo blog da vítima sobre a existência da quadrilha especializada em agiotagem. Ele revelou que trocava confidências com o jornalista e até o orientava.

Segundo Cutrim, a reportagem da TV que tentar envolve-lo com grilagem e agiotagem e assassinato trata-se de “uma campanha odiosa da Mirante, numa tentativa de assassinar moralmente um cidadão de bem. Isso é vergonhoso querer me envolver na morte de Décio Sá. O que estão fazendo contra mim é um ato criminoso”, denunciou.

Comments are closed.