Publicidade  Prefeitura de São Luis

O 83º aniversário de Sarney

612219_sarneyINjpg

Por Zatonio Lahud

Hoje é aniversário do imorredoiro José Sarney, o maior símbolo de patrimonialismo, oportunismo, clientelismo, nepotismo e tudo quanto é “ismo” que possa haver de ruim e nefasto em solo pátrio.

Uma figura grotesca, que de borra-botas da ditadura militar, virou aliado de um governo de esquerda. Se tivéssemos um governo maoista, Sarney iria apresentar uma foto sua ao lado de Mao Tsé Tung, comandando a Grande Marcha. O negócio dele é estar no poder. Não importa qual poder, desde que possa se beneficiar das benesses proporcionadas aos bajuladores de sempre.

Em sua certidão de nascimento consta que nasceu em 1930, mas descobrimos que, em verdade, a triste figura veio ao mundo em 24 de Abril de 1500, dois dias após o “descobrimento” do Brasil. Segundo testemunhos da época, ao levar o tradicional tapinha na bunda ao nascer, Sarney não chorou, apenas disse: “Eu quero mamar!” E nunca mais largou uma teta.

Parabéns ao Sarney! Pêsames ao Brasil!

Comments are closed.