Publicidade  Prefeitura de São Luis

Governo Roseana mais matou que empregou

Maranhão da Gente
Secretário Aluísio Mendes não consegue conter escalada de violência que assola o Maranhão
Secretário Aluísio Mendes não consegue conter escalada de violência que assola o Maranhão

Diante dos mais de 200 homicídios registrados desde o primeiro dia de 2013, a única ação prática do governo do estado foi uma inócua entrevista do secretário de Segurança Aluísio Mendes para anunciar uma reunião onde se discutirá a criação de uma “força tarefa”, palavra da moda que na prática não significa nada.

É evidente que a cúpula da segurança pública do Maranhão está desmoralizada. Além de demitir o secretário, o mínimo que se esperava diante da gravidade da situação seria o anúncio de uma ação prática para ao menos tentar coibir o que se configura como uma verdadeira guerra maranhense.

Segundo o Mapa da Violência 2013, a violência cresceu inacreditáveis 344, 6% no Maranhão. Enquanto isso, a propaganda governamental mente para a população anunciando que o estado criou 200 mil empregos. Mas, os números reais mostram que o estado passa por grave declínio da oferta de vagas. Segundo os dados do CAGED, órgão do Ministério do Trabalho, em janeiro de 2013 foram eliminados 3.233 empregos no estado, equivalente à retração de 0,70%.

Trocando em miúdos, o governo do Maranhão tem gerado mais assassinatos do que empregos.  E pior: sem que haja uma única ação prática da administração Roseana Sarney para reverter a situação.

Comments are closed.